» Esportes
Postado em 18-06-2017 ás 20:25
Campinense perde para o Itabaiana e se complica na Série D

O Campinense respira por aparelhos na Série D do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (18), a Raposa visitou o Itabaiana-SE, acabou sendo derrotado por 1 a 0 e se complicou de vez na luta pela classificação. Com o resultado, o rubro-negro caiu para a terceira colocação do Grupo A8, com cinco pontos, e precisa vencer na última rodada para seguir vivo na briga por uma vaga na próxima fase.

Leia mais notícias no Portal Araruna Online

No outro jogo da rodada, Atlético-PE bateu o Fluminense de Feira-BA por 1 a 0 e assumiu a segunda colocação, com sete pontos. O time baiano ainda lidera a chave, com um ponto a mais, e só depende de si para confirmar a primeira posição.

Para se classificar, o Campinense precisa bater o vice-líder do grupo Atlético, no próximo domingo (25), no Estádio Amigão, para chegar aos oito pontos. Além disso, ainda tem que torcer por uma combinação de resultados. Vale lembrar que, pelo novo regulamento da Série D, apenas 15 dos 17 segundos colocados avançam à segunda fase.


O jogo


Em jogo feio tecnicamente, muito devido às condições do gramado Estádio Etelvino Mendonça, que estava encharcado por causa da chuva, as duas equipes não tiveram condições de impor seu melhor jogo e se limitaram a lançar bolas na área.

Na primeira vez que chegou ao ataque, o Itabaiana abriu o placar. Aos 24 minutos, Alex Murici cobrou escanteio da direita, e a bola sobrou para Paulinho Macaíba só escorar para o fundo das redes. Dez minutos depois, a Raposa teve a chance do empate, mas o zagueiro Rafael Jansen testou a bola no travessão.

No segundo tempo, o técnico Ailton Silva colocou vários atacantes na equipe, mas o Campinense seguiu com dificuldades na criação das jogadas e pouco levou perigo à meta defendida por Genivaldo. No fim da partida, até o goleiro Glédson foi para área tentar o empate, mas não surtiu efeito.

Curta a fanpage do Araruna Online no Facebook e receba as últimas notícias   

Siga também o Araruna Online no Twitter e por RSS.

Por Correio da Paraíba