Tecnologia
Samsung apresenta celular mais poderoso

Publicado em 13/08/2018 11:05

Reprodução

Samsung Galaxy Note 9 é o novo celular da Samsung, anunciado nesta quinta-feira (10). Com a nova edição da caneta eletrônica S Pen, que pode ser usada como controle remoto, e bateria maior, o sucessor do Galaxy Note 8 mantém o visual parecido, mas traz ficha técnica avançada, com o processador Snapdragon 845 e a câmera dupla com abertura variável, a mesma do Galaxy S9 Plus.

Lançado no Brasil em outubro de 2017, o Galaxy Note 8 desembarcou a partir de R$ 4.399. Já o Galaxy Note 9 tem preço sugerido a partir de US$ 999,99 (cerca de R$ 3.816 em conversão direta) nos Estados Unidos, mas sem previsão de lançamento no Brasil. Veja a seguir tudo o que mudou no Galaxy Note 8 para o Galaxy Note 9.

A aparência dos smartphones é muito semelhante, com cantos pouco arredondados e tela que ocupa praticamente toda a frente do celular. Outra semelhança é a proteção IP68 contra água e poeira. A certificação é dada a celulares que aguentam até 30 minutos a até 1,5 metro em água doce.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Enquanto o Galaxy Note 8 é vendido no Brasil somente na cor preta, o Galaxy Note 9 foi anunciado em quatro opções: preto, azul, lavanda e cobre. Por enquanto, está confirmada apenas a cor azul com caneta amarela no mercado nacional.

O display do Note 9 teve um aumento tímido, indo de 6,3 para 6,4 polegadas. A resolução se manteve Quad HD+ (2960 × 1440 pixels). Com isso, a densidade passou de 522 pixels por polegada (ppi) para 516 ppi. No entanto, os números muito altos e parecidos não devem resultar em diferenças na exibição de imagens.

Outras características do Note 8, como a curvatura nas laterais da tela e a proporção 18:9 do display, permanecem na nova geração. A tecnologia usada nas telas é a Super AMOLED, responsável pelas cores vibrantes e a saturação já comuns em celulares da Samsung.

O Galaxy Note 9 tem, basicamente, a mesma câmera do Galaxy S9 Plus, considerada a quarta melhor câmera de celular pelo site especializado em fotografia DxOMark. No test drive do TechTudo, o lançamento traz mais detalhes, se comparado com a geração anterior, capaz de produzir fotos de alta qualidade.

Uma das novidades em relação ao Note 8 é a lente com abertura variável, que ajusta a quantidade de luz que entra pelo sensor, de acordo com a iluminação do ambiente. Com isso, é esperado que o celular consiga fazer imagens melhores em lugares escuros.

Além disso, o Galaxy Note 9 faz uso de inteligência artificial (AI) e realidade aumentada (AR) para entregar resultados melhores nas câmeras. Com o uso da primeira tecnologia, a câmera detecta 20 situações diferentes e faz ajustes automáticos para capturar as melhores imagens. Entre as possibilidades estão comida, pessoa e paisagem. Já a AR é usada na criação de emojis personalizados, os AR Emojis.

Os dois smartphones têm câmera dupla de 12 megapixels na traseira, sendo a abertura variável de f/1.5 a 2.4 na lente grande angular e f/2.4 na lente teleobjetiva nos sensores do Galaxy Note 9, e f/1.7 e f/2.4, respectivamente, no Galaxy Note 8. As especificações também se assemelham nas câmeras frontais: 8 megapixels com abertura f/1.7 nos dois aparelhos.

Nos testes feitos pelo TechTudo, a câmera do Galaxy Note 8 se saiu muito bem, inclusive em ambientes pouco iluminados. Um ponto de atenção foi o uso do efeito bokeh – popularizado pela Apple como Modo Retrato – para desfocar o fundo, já que o celular teve dificuldade em distinguir o contorno das pessoas em destaque do restante dos objetos enquadrados.

O Galaxy Note 8 foi lançado em duas versões: uma com 64 GB e outra com 128 GB de armazenamento, ambas com memória RAM de 6 GB e suporte a cartão de memória microSD de até 256 GB.

Para o Galaxy Note 9, a Samsung foi além, oferecendo memória interna de 128 GB ou 512 GB. No primeiro modelo, são 6 GB de RAM e, no segundo, 8 GB. Os modelos aceitam cartão de memória de até 512 TB.

O processador do Galaxy Note 9 também sofreu uma boa evolução. A Samsung confirmou que o smartphone chegará ao Brasil com o avançado Snapdragon 845, da Qualcomm, também usado no Galaxy S9 e no LG G7 ThinQ, por exemplo. O chip é octa-core e tem até 2,8 GHz de velocidade.

Até o ano passado (2017), a Samsung tinha como prática lançar seus celulares premium com chip Exynos – de fabricação própria – no Brasil. Sendo assim, o Galaxy Note 8 brasileiro é comercializado com o processador Exynos 8895 de até 2,35 GHz (octa-core de até 2,3 GHz).

A capacidade da bateria passou de 3.300 mAh no Galaxy Note 8 para 4.000 mAh no Galaxy Note 9, um aumento de 21%. A quantidade é mais comum em celulares mais baratos e com foco na duração da bateria, como é o caso do Moto C Plus. Este é o primeiro celular da Samsung a ter um componente desse porte.

Nos testes do TechTudo, a bateria do Galaxy Note 8 durou aproximadamente 14 horas, com uso que incluiu a reprodução de vídeos da Netflix por 50 minutos. Os dois celulares têm recarga rápida e são compatíveis com carregamento sem fio.

O Galaxy Note 8 sai de fábrica com o Android 7.1 (Nougat), mas tem atualização disponível para o Android O. Já o Galaxy Note 9 foi anunciado com Android 8.1(Oreo). Assim como os demais smartphones da marca, o sistema traz a interface Samsung Experience e aplicativos próprios.

Para realizar o desbloqueio de tela com segurança, os dois telefones oferecem três opções de biometria: leitor de impressão digital, de íris e reconhecimento facial.

O destaque de ambos fica para a caneta eletrônica S Pen, que facilita na hora de copiar e colar textos e usar a tela dividida, por exemplo. Mas, se no Galaxy Note 8 ela ficou mais precisa e também resistente, com direito a proteção contra água, outras melhorias foram incorporadas no acessório que acompanha o Galaxy Note 9.

A caneta da nova geração serve também como controle remoto, que funciona via Bluetooth. Para isso, ela tem um botão que controla a tela do smartphone sem precisar tocar nele. É assim que é possível passar as imagens da galeria de fotos: pressionando o botão da S Pen, mesmo a uma certa distância do celular. A funcionalidade também pode ser usada para bater uma foto.

Por causa da nova função, a caneta tem uma bateria que aguenta cerca de 30 minutos de uso. A recarga é feita ao encaixá-la no telefone novamente e dura em média 40 segundos.
Preço e custo-benefício

Mesmo com todas as melhorias que o Galaxy Note 9 traz, o Galaxy Note 8 ainda é um bom smartphone, e uma opção mais em conta para quem quer desfrutar de todas as tecnologias de um celular premium.

O Galaxy Note 8 é encontrado por R$ 4.399 (64 GB) e R$ 4.799 (128 GB) na loja da Samsung. 

Já o Galaxy Note 9 foi anunciado por US$ 999,99 (128 GB) e US$ 1.249,99 (512 GB), o que equivale a mais ou menos R$ 3.816 e R$ 4.768, respectivamente. O preço e a data de lançamento no Brasil ainda não foram divulgados.

Por TechTudo


Postado por Redação

Publicidade

©Copyright 2007-2017 Todos os direitos reservados

ArarunaOnline.com