Tecnologia
É campeão! Celular chinês supera iPhone e tem câmera 'profissional'; ranking

Publicado em 27/12/2020 09:04

Reprodução

A câmera do Huawei Mate 40 Pro Plus ficou em primeiro lugar no ranking do DxOMark, site especializado em fotografia. O smartphone chinês superou concorrentes como o Xiaomi Mi 10 Ultra e iPhone 12 Pro Max. Ele atingiu 139 pontos, a maior pontuação vista até agora no ranking.

As lentes do Huawei Mate 40 Pro Plus garantiram destaque para ultrapassar câmeras de marcas concorrentes como a Xiaomi e a Apple, além de superar smartphones da própria fabricante que já tinham boa pontuação. O Mi 10 Ultra agora está em terceiro lugar, abaixo de dois celulares da Huawei, enquanto o iPhone 12 Pro Max se encontra na quinta colocação.

Vale dizer que o conjunto fotográfico do celular que bateu recorde de pontos é composto por lentes Leica de até 50 MP, como é o caso da câmera primária, que também conta com abertura de f/1.9. Na ultra wide é possível encontrar 20 MP e abertura de f/1.8. A teleobjetiva tem 12 MP e f/3.4. Ainda no arranjo, é possível observar uma câmera superzoom de 8 MP com abertura de f/4.4 que possibilita aproximação de 10 vezes. Por fim, a detecção de profundidade é feita pelo sensor ToF, como já é tradição na gigante chinesa.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A ampla faixa dinâmica foi um dos destaques do Huawei Mate 40 Pro Plus e a estabilização de vídeo foi considerada eficaz. Os avaliadores elogiaram as cores agradáveis, o bom equilíbrio de branco e o baixo ruído nas fotos com a ultra-wide e a teleobjetiva.

Huawei Mate 40 Pro Plus atinge 139 na pontuação da DxOMark e fica em primeiro lugar — Foto: Reprodução/DxOMark

Huawei Mate 40 Pro Plus atinge 139 na pontuação da DxOMark e fica em primeiro lugar — Foto: Reprodução/DxOMark

Por outro lado, o celular fica em segundo lugar em quesitos como zoom e vídeo, em que perde para Xiaomi Mi 10 Ultra e Huawei Mate 40 Pro, respectivamente. Outras questões que representaram perda de pontos foram a profundidade de campo rasa e as falhas de foco em uma faixa próxima.

O modelo não está à venda no Brasil. Disponível por cerca de 1.399 euros (cerca de R$ 8.760), o smartphone não traz aplicativos do Google devido aos impasses com o governo dos Estados Unidos. Para além da guerra comercial entre os dois países, consta uma denúncia por parte dos norte-americanos à Huawei por suposto esquema de espionagem das rivais.

Com informações de DxOMark Gadgets 360.


Postado por Redação

©Copyright 2007-2017 Todos os direitos reservados

ArarunaOnline.com