Impulso sob controle
Acaba de ser aprovado no Brasil o primeiro remédio para tratamento do transtorno de compulsão alimentar periódica

Publicado em 24/11/2018 20:11 Atualizado em 24/11/2018 20:14

Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária acaba de aprovar para comercialização no Brasil o primeiro remédio para tratamento da compulsão alimentar periódica, transtorno que atingirá 1 a cada 50 pessoas ao longo da vida, com metade delas apresentando doenças associadas – as principais são depressão, ansiedade e impulsividade. O distúrbio é caracterizado por diversos sintomas. Entre eles, comer rápido e muito, e também sozinho. Isso porque a pessoa se sente constrangida com o próprio ato compulsivo e tenta esconder sua condição. Como indicam os números, está por trás de grande parte dos casos de obesidade e, entre todos os desafios enfrentados pelos indivíduos com sobrepeso, é um dos mais difíceis de ser superado.

Menos crises

A medicação chama-se Venvanse e é produzida pela farmacêutica Shire. Até hoje, era indicada somente para o tratamento de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. Sua aprovação para o distúrbio de compulsão foi embasada nas conclusões de duas pesquisas feitas com adultos portadores das formas moderada e grave. Em ambas, os indivíduos que tomaram a medicação tiveram reduzido o número de episódios semanais de compulsão. “Não sabemos ao certo seu mecanismo de ação”, afirma José Carlos Apolinário, coordenador do Grupo de Obesidade e Transtornos Alimentares do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro.”As pesquisas sugerem que uma das causas pode ser um distúrbio neurobiológico e a ação do princípio ativo do remédio atua justamente sobre ele.” Em geral, o tratamento inclui também psicoterapia, em especial as que possuem como foco a mudança de pensamentos e comportamentos associados as crises. C P

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

ISTOÉ


Postado por Redação

Publicidade

©Copyright 2007-2017 Todos os direitos reservados

ArarunaOnline.com