Política
Rodrigo Maia conversa com PSL para garantir vitória de Aguinaldo Ribeiro na sua sucessão

Publicado em 08/12/2020 14:21 Atualizado em 08/12/2020 18:00

Reprodução

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), definitivamente declarou guerra explícita ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), buscando colocar no lugar que hoje ocupa o paraibano Aguinaldo Ribeiro (PP), seu mais próximo aliado e fiel escudeiro.

Maia já vinha costurando o apoio de partidos de esquerda, como o PV, Rede, PSB, PDT, PCdoB, PT e PSOL para derrotar o postulante do Planalto, Arthur Lira (PP-AL), que rachou com Aguinaldo Ribeiro, deixando o paraibano à deriva no seu próprio partido.

E, segundo informações da CNN Brasil, Maia vem conversando com o deputado Luciano Bivar (PE), presidente do PSL, antigo partido de Bolsonaro. O presidente da Câmara busca o número suficiente de votos para derrotar Arthur Lira já no primeiro turno do pleito. Ele precisa de 330 votos para realizar o feito.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em contrapartida Bivar retiraria seu nome da disputa e Aguinaldo Ribeiro migraria para o PSL. Uma acomodação política que, certamente, incomodaria, ou já está incomodando Bolsonaro e seus aliados – principalmente o Centrão. Caso venha a ser consolidado o acordo, a possibilidade de o paraibano sair vitorioso crescerá de forma exponencial.


Postado por Redação

©Copyright 2007-2017 Todos os direitos reservados

ArarunaOnline.com