Paraíba
DataVox: pesquisa aponta que quase 70% da população aprova administração do governador Ricardo Coutinho

Publicado em 10/06/2018 15:32 Atualizado em 10/06/2018 17:39

Reprodução

Pesquisa DataVox sobre pontos políticos e sócias na Paraíba, apontam que o governo de Ricardo Coutinho (PSB), tem uma aprovação de 69,3% da população paraibana, e 22,9% desaprovam o socialista. A pesquisa ouviu a opinião dos paraibanos sobre diversos temas como Reforma da Previdência Social; Redução da Maioridade Penal, legalização do Aborto; Porte de Armas e Foro privilegiado.

Leia mais notícias no Portal Araruna Online

O levantamento abordando a assuntos políticos e sociais, foi feito em 70 dos 223 municípios paraibanos. Foram entrevistados 2.013 pessoas entre os dias 02 e 03 de junho. O Data Vox quis saber como os paraibanos avaliam a administração do governador Ricardo Coutinho até o momento, se ótima, boa, regular, ruim ou péssima?. Dos entrevistados, 33,6% consideram boa; 18,1% ótima; e 29,6% regular.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em relação ao presidente Michel Temer (MDB), 75,3% avakiam como péssima, a administração do presidente; 15,1% ruim, e 5,6% regular.

Um dos temas abordado na pesquisa foi a reforma da Previdência Social. No total, 66%2% das pessoas ouvidas foram contra a Reforma e 26% a favor.

Sobre a Redução da Maioridade Penal, 75.2% dos paraibanos ouvidos, se posicionaram a favor, e 19,8%, votaram contra. Questionados se eram a favor ou contra o Porte de Armas, 48,3% dos entrevistados se posicionaram favoráveis e 46,6% contrários.

Em realização a posição dos paraibanos sobre o Aborto, 81,1% foram contra e apenas 13,4% a favor. Um dos temas abordado na pesquisa, foi o Foro privilegiado. 67,5% dos paraibanos consultados, foram a favor enquanto que 25,6% foram contra.

Para realizar a pesquisa, foram realizadas amostras representativas da população em estudo, estratificada com alocação proporcional à população de cada estrato.

Os estratos considerados foram as mesorregiões do Estado da Paraíba.

Os municípios com população superior a 20.000 habitantes entraram certamente (com probabilidade igual a 1) na amostra, com um número de entrevistas proporcional a seus respectivos eleitorados. Dentro de cada estrato foram selecionadas amostras probabilísticas de conglomerado em 3 estágios.

No primeiro estágio, foram selecionados probabilisticamente os municípios que formaram a amostra pelo método PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho), sendo o número de eleitores de cada município tomado como base para tal seleção.

No segundo estágio são selecionados os conglomerados: setores censitários/bairros, com PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho) sistemático. Quantitativo da amostra é a população de 16 anos ou mais residentes nos setores.

No terceiro estágio é selecionado em cada conglomerado um número fixo de eleitores segundo cotas de variáveis descritas

O intervalo de confiança estimado é de 95,0% e a margem de erro máxima estimada é de 2,2% pontos percentuais para mais ou para menos

No Litoral, as entrevistas foram realizadas em João Pessoa, Itapororoca, Marcação, Cabedelo, Bayeux, Santa Rita, Mamanguape, Rio Tinto, Mari, Caaporã, Alhandra, Conde, Sapé e Pedras de Fogo.

No Agreste paraibano foram ouvidas pessoas de Campina Grande, Cacimba de Dentro, Barra de Santa Rosa, São Sebastião de Lagoa de Roça, Queimadas, Esperança, Alagoa Grande, Guarabira, Aroeiras, Alagoa Nova, Araruna, Remígio, Cuité, Areia, Bananeiras, Lagoa Seca, Ingá, Solânea, Soledade e Itabaiana.

Na área da Borborema, a consulta ouviu a população de Monteiro, Serra Branca, Cabaceiras, Sumé, Taperoá, Juazeirinho, Boqueirão, Picuí, São João do Cariri, Santa Luzia e Caturité.

No Sertão a pesquisa chegou a Patos, Pombal, Cajazeiras, Bonito de Santa Fé, Condado, Paulista, Sousa, São José de Piranhas, Conceição, Teixeira, São João do Rio do Peixe, Juru, Itaporanga, Princesa Isabel, Catolé do Rocha, São Bento, Brejo do Cruz, Uiraúna, Jericó, Imaculada, Tavares, Piancó, Coremas, Aparecida e Condado.

Curta a fanpage do Araruna Online no Facebook e receba as últimas notícias   

Siga também o Araruna Online no Twitter Google+ e por RSS.

Fonte: Com informações do PB Agora


Postado por Redação

Publicidade

©Copyright 2007-2017 Todos os direitos reservados

ArarunaOnline.com