Geral
Banco Bradesco é condenado a pagar indenização de R$ 3 mil por negativar nome de cliente na Paraíba

Publicado em 05/07/2021 11:10

Reprodução

O Banco Bradesco foi condenado a indenizar um cliente que teve seu nome inscrito indevidamente nos órgãos de proteção ao crédito. A decisão foi da Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba, que decidiu manter a sentença oriunda da 1ª Vara Cível da Comarca de Campina Grande.

"A indevida inscrição do nome da parte autora em cadastros restritivos de crédito acarreta dano moral indenizável", ressaltou o relator do processo nº 0815818-98.2019.8.15.0001, desembargador Leandro dos Santos.

O relator acrescentou que cabia ao banco comprovar a veracidade e origem do débito, o que não ocorreu. "Ora, o ônus de provar a existência do negócio jurídico de contratação é da parte demandada, e, não o fazendo, subsiste em favor do consumidor a alegação de que a cobrança é indevida, por ausência de pactuação do contrato objeto da presente demanda", frisou.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com a sentença, o banco deverá pagar uma indenização no valor de R$ 3 mil. Este valor foi mantido em grau de recurso. "Considerando a gravidade do ato ilícito praticado contra a autora, o potencial econômico da ofensora (reconhecida instituição bancária), o caráter punitivo compensatório da indenização, entendo que deve ser mantido em R$ 3 mil o valor indenizatório", pontuou o desembargador Leandro dos Santos.


Postado por Redação

©Copyright 2007-2021 Todos os direitos reservados

ArarunaOnline.com