Esporte
Paraibanos conquistam medalha de ouro após Brasil vencer a Espanha na final das Olimpíadas

Publicado em 07/08/2021 11:34 Atualizado em 08/08/2021 18:32

Reprodução

Em um jogo marcado por faltas e tensão dos dois lados, Brasil vira o jogo e vence a Espanha na final das Olimpíadas de Tóquio 2020, neste sábado (07), por 2 a 1, na prorrogação e conquista a medalha de ouro. O placar foi aberto com o gol do paraibano Matheus Cunha. Outro paraibano na seleção é o goleiro Santos. A seleção é bicampeã.

O jogo

A partida começou com os espanhóis marcando no campo de defesa do Brasil e a seleção de Jardine com dificuldades para sair jogando. A pressão espanhola pouco se converteu em chances de gol, com exceção de uma bola cruzada na área que Diego Carlos, antes de cortá-la, quase marcou contra.

Aos poucos, o Brasil conseguiu encontrar espaços para fazer a transição para o ataque e o primeiro gol começou a ganhar corpo. Ele poderia ter vindo mais cedo. Unai Simón saiu mal do gol, fez pênalti em Matheus Cunha, mas Richarlison cobrou muito mal, por cima do gol.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Nos acréscimos do primeiro tempo, saiu a bola certeira de Matheus Cunha. Em bola cruzada na área, ele brigou com os zagueiros, conseguiu clarear a finalização e não perdoou: 1 a 0 Brasil.

No segundo tempo, a Espanha foi obrigada a buscar mais o ataque e tentar a virada. O empate não demorou muito a sair. Aos 15 minutos, Oyarzabal bateu de primeira o cruzamento e escreveu 1 a 1 no placar.

Os espanhóis estiveram mais próximos de vencer no tempo normal, com duas bolas na trave no segundo tempo. O time brasileiro sentiu o cansaço e o técnico André Jardine guardou as substituições para a prorrogação.

Malcom foi o primeiro a entrar e colocou o Brasil novamente no domínio das ações. Logo no começo do segundo tempo da prorrogação, recebeu lançamento no contra-ataque e fez na sáida do goleiro espanhol: 2 a 1 Brasil.

 


Postado por Redação

©Copyright 2007-2021 Todos os direitos reservados

ArarunaOnline.com