Esporte
Grande favorito, Flamengo abre o Campeonato Carioca nesta terça-feira (2)

Publicado em 02/03/2021 05:25

Reprodução

Atual bicampeão (2019 e 2020), o Flamengo abre o Campeonato Carioca 2021 nesta terça-feira (2) contra o Nova Iguaçu, no Maracanã, às 21h30. Todas as emoções da estreia você confere na tela da Record TV, que volta a transmitir o estadual depois de 23 anos.

O Rubro-Negro chega como favorito ao título, apesar de iniciar o estadual sem os jogadores que conquistaram o Brasileirão 2020 na última quinta-feira.

O elenco principal, incluindo o técnico Rogério Ceni, só retorna as atividades no Ninho do Urubu no dia 15 de março. Por conta disso, o técnico Maurício Souza, do sub-20, é quem vai comandar o time do Flamengo.

- CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em 2020, o Mengão usou uma estratégia similar no início da competição e, mesmo utilizando meninos subidos da base em boa parte do torneio, acabou sendo campeão após bater o Fluminense na final. 

Neste ano, mais uma vez, o grande candidato a estragar a festa rubro-negra é o Tricolor das Laranjeiras. Quinto colocado no Brasileirão, com uma campanha surpreendente e um time repleto de jovens promissores, como Marcos Felipe, Calegari, Martinelli e Luiz Henrique, o torcedor do Fluminense tem motivos para acreditar que é possível buscar o título em 2021 e rivalizar com o Flamengo.

Novo formato
O Campeonato Carioca 2021 também terá um novo formato de disputa. Nesta edição, os clubes se enfrentam em turno único de pontos corridos. Os quatro melhores colocados disputam semifinais e finais, em jogos de ida e volta, para definir o campeão carioca.

O título da Taça Guanabara fica com o primeiro colocado na tabela na primeira fase. Já os times que ficarem entre a 5ª e a 8 ª colocação disputam a Taça Rio, que terá uma premiação a ser definida.

Para o presidente da Ferj, Rubens Lopes, o novo modelo será mais competitivo.

"É um formato de pontos corridos na primeira fase. São só 11 rodadas. O curto espaço da competição faz com que os clubes tenham que largar com força total, porque não dá tempo de se recuperar, diferentemente do Campeonato Brasileiro, por exemplo, que tem oito meses", explicou.


Postado por Redação

Publicidade

©Copyright 2007-2021 Todos os direitos reservados

ArarunaOnline.com