Publicidade
Paraíba /
Postado em 12-10-2017 às 15:05
Ricardo Coutinho lamenta corte de R$ 200 mi no FPE e critica o Governo Federal pela crise

O governador Ricardo Coutinho (PSB) lamentou  a redução nos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE) que afetou a Paraíba em R$ 200 milhões. e disparou criticas a política econômica do governo federal: “Havia uma repatriação programada e não atendeu o mínimo que se esperava. Deixou todos os estados na mão. Mas também não é possível sair da crise puxando o freio de mão".

Ricardo disse ainda que só é possível vencer a crise se o poder público tiver a iniciativa de gerar condições e capacidade de puxar a economia. “O que tive de cortar, cortei para dentro”.

O governador garante que vem fazendo sua parte para superar as adversidades e lembrou que "Só na Suplan [Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado], na obra da UEPB, temos quase três mil trabalhadores. Fora outros setores. Só na educação, no próximo ano, vamos investir quase R$ 200 milhões em reforma e construção de escola nova”, arrematou.

Durante solenidade de autorização para  abertura do Processo Licitatório para a reforma e ampliação do Campus V da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e da Escola Estadual José Lins do Rêgo, em João Pessoa, ontem, o governador também lembrou que assinou, esta semana, o Decreto de Progressões da UEPB, que autoriza o desbloqueio dos processos de docentes e técnicos administrativos. 

“Houve uma negociação sobre os desbloqueios das promoções que foram bloqueadas por uma necessidade, devido à crise. Mas agora autorizamos que fossem recompostas as promoções sem ultrapassar os limites da Lei Orçamentária Anual e sem extrapolar os limites da despesa de pessoal. Portanto, aquilo que é possível a gente faz, com diálogo e responsabilidade”, enfatizou.

Publicidade

Publicidade

Por: ClickPB
Compartilhe:
Comentários ()
Twitter #ararunaonline
ArarunaOnline.com - Copyright © 2007-2017.
Todos os direitos reservados.
Contato | Quem somos | Termos de Uso
-->