Publicidade
Brejo /
Postado em 22-03-2016 às 09:57
Brejo tem chuva, mas não escapa do racionamento e de problemas com água

Mesmo sendo uma das regiões mais frias e com boa incidência de chuvas na Paraíba, o Brejo não tem muito o que festejar nesta terça (22), Dia Mundial da Água. Na região, cerca de 20 municípios enfrentam problemas com racionamento e com água de "qualidade duvidosa", conforme considerado por moradores.

Leia mais notícias no Portal Araruna Online

Os principais mananciais que abastecem o Brejo são Cacimba de Várzea e Araçagi. O primeiro está com 2,2 milhões de metros cúbicos (m³) de água, ou 24,2% da capacidade total, que é de 9,2 milhões de m³, segundo dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa). Já Araçagi registra melhores condições, com 62,5 milhões de m³, ou 98,9% da capacidade total, que é de 63,2 milhões de m³.

Racionamento atinge 20 municípios

O racionamento atinge os municípios de Araruna, Cacimba de Dentro e Bananeiras, que são abastecidos nas terças, quartas e quintas. Na cidade de Solânea, o abastecimento ocorre de sexta-feira até a segunda.

Já em Pirpirituba, Sertãozinho, Duas Estradas, Serra da Raiz e Lagoa de Dentro, o abastecimento é de segunda a sexta-feira, com racionamento nos sábados e domingos.

Além desses municípios, também são atingidos pelo racionamento: Dona Inês, Tacima, Riachão e Damião, Belém, Caiçara, Logradouro e distritos Rua Nova, cachoeirinha e Braga, Serraria, Arara, Casserengue e Pilões.

Cagepa fala em obras

De acordo com a Cagepa, cinco obras, totalizando um investimento de R$ 144,8 milhões, são executadas para amenizar o problema da falta de água no Brejo paraibano.

As duas principais obras são a reconstrução da barragem e sistema adutor de Camará e a finalização da construção da barragem de Pitombeiras, que já deve ser inaugurada nos próximos dias.

Previsão é de chuvas em abril

Assim como no Litoral, as chuvas da região do Brejo sofrem influência dos oceanos. Com início previsto para abril, as chuvas devem acontecer até o mês de agosto.

“Da mesma maneira que o Litoral, o Brejo tem o período de chuvas entre abril e agosto. A diferença é que é uma região mais fria. As chuvas do início deste ano foram consideradas normais para o período e devem se intensificar a partir de abril”, afirmou Marle Bandeira, meteorologista da Aesa.

Publicidade

Publicidade

Por: Halan Azevedo / Portal Correio
Compartilhe:
Comentários ()
Twitter #ararunaonline
ArarunaOnline.com - Copyright © 2007-2017.
Todos os direitos reservados.
Contato | Quem somos | Termos de Uso
-->